O guarda-roupa que todas podemos ter

S01E01

Jennifer Eve, figurinista de LOVE, define o estilo da Mickey como “uma Alexa Chung de ressaca”

Se você ainda não assistiu LOVE está perdendo duas coisas: uma série que trata dos dramas reais do relacionamento moderno e as referências maravilhosas de looks da personagem principal, Mickey Dobbs, interpretada por Gillian Jacobs.

Além do icônico look do primeiro episódio, maiô e calça de cintura alta, que é reciclado no segundo com uma camisa xadrez por cima (que já deu outra cara para a roupa), a figurinista Jennifer Eve conta que “a ideia é fazer com que Mickey seja uma personagem realista com um closet de verdade e que usa a mesma peça mais de uma vez como qualquer outra pessoa. Missão cumprida!” (entrevista para a revista Elle).

Looks_1Mickey tem 32 anos na série e está longe de ser a adulta careta que veste social. Prestar atenção no modo como ela se veste na série é perceber que ser adulto não significa abandonar seu guarda-roupa porque “você precisa se vestir como gente grande”. Na verdade a série também é uma ótima referência para o guarda-roupa cápsula, conceito que tem sido muito comentado ultimamente. Em diversos episódios Mickey usa as mesmas peças: a bota que deixa todo look mais estiloso, a camiseta branca básica trash, macacão, camisa xadrez… Peças que já temos ou que podemos achar facilmente nas fast fashion.Looks_2O armário cápsula é uma ideia que começou a ser muito propagada pela blogueira norte-americana Caroline Rector, que a cada estação elege 37 peças versáteis que se combinam entre si. No Brasil, a jornalista carioca Dani Kopsch adaptou a ideia com 50 peças para viver por um ano! Você não precisa aderir ao armário cápsula, mas dá para ter ideias muito boas com as referências que a Mickey usa, com peças chave que podem ser usadas para sair ou para trabalhar.

Armário-cápsula é uma técnica que consiste em escolher uma quantidade limitada de peças para vestir durante um tempo determinado, sem comprar nada novo, apenas criando combinações com as peças existentes.

Looks_3

10 Peças essenciais do guarda-roupa da Mickey:

  1. Calça de cintura alta
  2. Camisa xadrez
  3. Camiseta preta
  4. Camiseta branca
  5. Saia preta
  6. Bota de fivelas
  7. Macacão
  8. Maxi suéter
  9. Jaqueta varsity
  10. Bolsa preta  

Essas são peças que se repetem durante a série em diferentes looks e que provavelmente você tem no guarda-roupa! O segredo é pensar em looks básicos complementando com anéis, colares duplos e penteados.

PS: Acho que está claro que estou viciada em LOVE.

Sobre menos ser mais e mais ser menos

rosas40_large

Blog às moscas, post de quase um mês atrás esperando nos rascunhos… Desculpem, a vida chamava. 

Ultimamente, tenho lido muita coisa boa sobre hábitos de consumo, e como todo começo de ano tento umas mudanças na vida, me propus (inicialmente) a testar o armário cápsula e ver no que dá.
Pra falar a verdade, ano passado eu já vinha com um pensamento de comprar menos, mas o que me motivava nem era o consumo consciente e sim minha conta bancária.

Me deslocar diariamente para São Paulo (agora com a mudança, não mais! :D) comer quase que diariamente fora, frequentar as festas da faculdade (que não são baratas), sair com os amigos para outras festas (que não eram open bar) e estar sempre comprando “alguma coisinha” me fizeram ligeiramente mais pobre em 2015. Não fiquei negativa, não morri com a fatura do cartão de crédito. Mas se eu quisesse gastar meu dinheiro com um curso, por exemplo, já não conseguiria levar meus gatos como vinha levando.

Eu já tinha colocado em prática não-comprar-livros. Foi duro, comprei três livros no ano para a faculdade e só um foi por prazer, “O tempo” que reúne obras da Clarice e estava na Black Friday \o/ Ainda sim tenho na minha estante, 60 títulos novos ou que valem a releitura!

Fiz uma lista ao longo de 2015 para ter noção de quantas coisas (roupas, bolsa, sapatos, acessórios, itens de papelaria, cosméticos e objetos diversos) comprei em 2015 e quantas coisas ganhei. Total? Comprei: 85 itens. Ganhei: 65. E olhando a lista, dentre as coisas que comprei muitas mal usei, outras nem lembrava que tinha!

Minha resolução de 2016, depois de abrir o guarda roupa e saber que mesmo tirando o que já mandei para São Paulo ainda me restam 185 PEÇAS, é simplesmente não comprar roupas. Depois venho aqui e conto mais sobre como foi entrar nessa “moda”.

A cápsula

tumblr_inline_mnvjzrrsGI1qz4rgp1

“Menos é mais”, foi com esse pensamento que encerrei meu ano de 2015 e resolvi começar 2016. Isso se aplica à muitas coisas, até mesmo o blog que ganhou essa cara mais “clean”. Também tem a ver com a minha mudança de casa, quanto menos coisas levar, melhor. Tenho que me acostumar a ter comigo só o que preciso (realmente, isso vale para muitas coisas).

Mas uma coisa que eu venho tentando, ingenuamente, há anos, é reduzir meu consumo. Simplesmente não dá! (dava, porque tô tentando de novo). Principalmente depois que comecei a ganhar um salário, a vontade de sair por aí comprando coisas aumentou, e estar na Avenida Paulista diariamente também não ajuda nem um pouco. Imagina agora que abriu uma Forever21 DO LADO da minha faculdade?

Mas mesmo assim, vamos lá, foco. Descobri o blog “Less is the new Black” em dezembro de 2015 pelo twitter de uma amiga, mas já conhecia o conceito do armário cápsula. Pensei, por que não? Eu adoro ficar arrumando meu guarda roupa (juro, pra mim é terapêutico). E percebi que tenho muita coisa que não uso, tento usar mas nunca dá certo e estou sempre querendo comprar roupas porque acho que as minhas não parecem suficientes.

Pensei: “se essa mulher quer ficar UM ANO INTEIRO usando só 50 peças de roupa, porque eu não conseguiria passar uma estação com 30?” Ainda mais nessa fase em que vou morar em outro lugar, em um apartamento que não é só meu e com um espaço para guardar roupas menor do que o que eu tenho na casa dos meus pais.

Também estou me comprometendo à não comprar tudo o que vejo pela frente! Em 2015 eu comprei muita coisa (fiz uma lista para perceber o quanto sou consumista) e quero mudar isso em 2016 (até porque morar sem os pais vai me fazer ficar mais pobre…)

Então é isso, prontos para acompanharem essa tentativa de armário cápsula?